Quinta-feira, 11 de Setembro de 2014

Quando o sol se juntar ao mar

Negras como a Noite

Xutos & Pontapés

 

"Com mãos de veludo 
Negras como a noite 
Tu deste-me tudo 
E eu parti

 

Um homem trabalha 
Do outro lado do rio 
Com as suas duas mãos 
Repara o navio 
Está sozinho e triste 
Mas tem de aguentar 
Já falta tão pouco 
Para poder voltar

 

Vai ficar tudo bem 
Isso eu sei 
Vai ficar tudo bem 
Isso eu sei 
quando o sol 
Se juntar ao mar 
E te voltara beijar 
Só mais uma vez, só mais uma vez 
Só mais uma vez, só mais esta vez

 

Com adeus começa 
Outro dia igual 
Ficou a promessa 
Escondida no lençol 
Negras como a noite 
Vindas de outra terra 
As mãos de veludo 
Estão á sua espera

 

Vai ficar tudo bem 
Isso eu sei 
Vai ficar tudo bem 
Isso eu sei 
quando o sol 
Se juntar ao mar 
E te voltara beijar 
Só mais uma vez, só mais uma vez 
Só mais uma vez, só mais esta vez"

Publicado por Alexandra Rosa às 14:06

link do post | Comentar | Favorito
Quarta-feira, 25 de Junho de 2014

Olha...

-Olha-me nos olhos. – Disse-lhe. – Vou desistir de ti. 
Aquela figura sublime fez o que lhe pedi. Aguardei por algo. Pelo quê? Não o quis admitir, contudo esperava que aquela equivalência de deusa do Olimpo me implorasse para mudar as minhas palavras. Em vez disso, abraçou a minha decisão, qual surpresa. 
Obriguei os meus pés de chumbo a levarem-me dali, cabeça baixa, orgulho ferido, coração nas mãos. 
Não ousei olhar para trás. Nunca gostei de despedidas, e até hoje ainda não me tinha despedido. 

Ana Monteiro

 

/Tróia

 

Publicado por Alexandra Rosa às 15:11

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Favorito
Sexta-feira, 14 de Fevereiro de 2014

Amo-te Por Todas as Razões e Mais Uma

"Por todas as razões e mais uma. Esta é a resposta que costumo dar-te quando me perguntas por que razão te amo. Porque nunca existe apenas uma razão para amar alguém. Porque não pode haver nem há só uma razão para te amar. 
Amo-te porque me fascinas e porque me libertas e porque fazes sentir-me bem. E porque me surpreendes e porque me sufocas e porque enches a minha alma de mar e o meu espírito de sol e o meu corpo de fadiga. E porque me confundes e porque me enfureces e porque me iluminas e porque me deslumbras. 
Amo-te porque quero amar-te e porque tenho necessidade de te amar e porque amar-te é uma aventura. Amo-te porque sim mas também porque não e, quem sabe, porque talvez. E por todas as razões que sei e pelas que não sei e por aquelas que nunca virei a conhecer. E porque te conheço e porque me conheço. E porque te adivinho. Estas são todas as razões. 
Mas há mais uma: porque não pode existir outra como tu." 
Joaquim Pessoa, in 'Ano Comum'  

/Amigos Paula, Zé e Ruca - Lagoa de Albufeira 

 

Adoro!

Sou:
Publicado por Alexandra Rosa às 12:15

link do post | Comentar | Ver comentários (5) | Favorito
Segunda-feira, 18 de Novembro de 2013

"O luar é a luz do sol que está dormindo"

"É talvez o último dia da minha vida. 
Saudei o sol, levantando a mão direita, 
Mas não o saudei, dizendo-lhe adeus, 
Fiz sinal de gostar de o ver antes: mais nada."

Alberto Caeiro - É Talvez o Último Dia da Minha Vida

/Sacavém 

/Gouveia

 

Sou:
Música: James Arthur - Impossible
Publicado por Alexandra Rosa às 16:30

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Favorito
Quarta-feira, 13 de Novembro de 2013

Cativa-me!

 "A gente só conhece bem as coisas que cativou - disse a raposa.

- Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma.
Compram tudo já pronto nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos,
os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, 
cativa-me!"

O Principezinho

/fotografias de Ricardo Reis

Sou:
Publicado por Alexandra Rosa às 14:15

link do post | Comentar | Favorito
Segunda-feira, 4 de Novembro de 2013

Felizes para sempre...

"(...) É por isso que adorava estar contigo. Fazíamos coisas muito simples, como atirar estrelas-do-mar ao mar ou partilhar um hambúrguer, e já nessas alturas eu sabia que era uma afortunada. Porque tu eras o primeiro tipo que não estava sempre a tentar impressionar-me. Aceitavas-te como eras, mas, mais do que isso, aceitavas-me por aquilo que eu era. E mais nada importava: nem a minha família, nem a tua família, nem qualquer outra coisa do mundo. O que importava era só nós os dois. (...) Acho que nunca me senti tão feliz como naquele dia, mas também era sempre assim quando estávamos juntos. Só me apetecia que aquilo nunca acabasse."

 

Dei-te o melhor de mim, Nicholas Sparks 


Sou:
Música: Alanis Morissette - Ironic
Publicado por Alexandra Rosa às 10:24

link do post | Comentar | Favorito
Segunda-feira, 28 de Outubro de 2013

"O click de uma fotografia é como um alguém dizendo: Você salvou algo que jamais poderá ser o mesmo."

"A fotografia, antes de tudo é um testemunho. Quando se aponta a câmara para algum objeto ou sujeito, constrói-se um significado, faz-se uma escolha, seleciona-se um tema e conta-se uma história, cabe a nós, espectadores, o imenso desafio de lê-las."

Ivan Lima

 

Lagoa de Albufeira:

  • Companhia perfeita;
  • Hora do dia perfeita;
  • Temperatura perfeita;

Tudo isto só podia trazer bons resultados!

 


Publicado por Alexandra Rosa às 15:34

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Favorito

.Quem sou eu?

.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Últimas

. Quando o sol se juntar ao...

. Olha...

. Amo-te Por Todas as Razõe...

. "O luar é a luz do sol qu...

. Cativa-me!

. Felizes para sempre...

. "O click de uma fotografi...

.Na gaveta

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

.tags

. todas as tags

.Adoro!

. Alentejanas e Amorosas

. Tampografia

. Crepúsculo, o rio, a cida...

. O Segredo das Mulheres - ...

. Frases do Facebook - Se ...

. Concurso Sony

. Pequenina

. Os sem abrigo

. Thoughts rushing in #22

. Haverá luz ao fundo do tú...

.Encontra aqui

 

.subscrever feeds