Segunda-feira, 6 de Janeiro de 2014

Luzes e Cores

"Não se iluda com luzes e cores.

Pois luzes se apagam e cores desbotam."

 /Lisboa - Terreiro do Paço

Sou:
Publicado por Alexandra Rosa às 14:38

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Favorito
Sexta-feira, 8 de Novembro de 2013

Panorâmicas #Lisboa

"Na noite de Lisboa só os morcegos não conseguem voar. Nesta electricidade, os pólos opostos provocam inesperados contactos e curto-circuitos. Os insectos, descontroladamente seduzidos, volteiam em torno das lâmpadas. E há peixes cegos seguindo o próprio desejo e os sentimentos mais exclusivos. Depois, «chegou ao fundo a falua dos bei­jos / Quem sair dela será o rei do mar», como escreveu o príncipe da noite de Lisboa, Mário Cesariny. Porque a noite elege os seus próprios reis e princesas. Assiste-se a perma­nentes actos de coroação. A noite dispõe de seus paramen­tos e códigos. Depois, esmorecida, vai abandonando os seus personagens. Nas portas dos bares, os barris vazios de cer­veja. Os gatos que atravessam fugidiamente as praças. Sobe do Tejo e com pezinhos de lã, a luz do amanhecer. Recua a electricidade. O dia requisita a razão e os braços que envol­viam um corpo amado. Nem tempo nos dá para agradecer os sonhos. Aumenta o trânsito e engarrafa na primeira es­quina. Regressas às frases feitas a boca dormente pelo longo beijo da noite que se retirou para repousar. Voltará mais logo. E sempre. E, talvez nos traga uma lua enorme para compensar."

Manuel Hermínio Monteiro  Noite, a falua dos beijos

Padrão dos Descobrimentos

Rotunda do Marquês de Pombal

Terreiro do Paço

Vista do Castelo de São Jorge

Sou:
Música: Ornatos Violeta - Capitão Romance
Publicado por Alexandra Rosa às 12:15

link do post | Comentar | Ver comentários (5) | Favorito
Terça-feira, 5 de Novembro de 2013

Um breve Olá ao Elevador da Glória.

"Há quem diga que todas as noites são de sonhos. 

Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão. No fundo, isto não tem muita importância. 
O que interessa mesmo não é a noite em si, são os sonhos. Sonhos que o homem sonha sempre, em todos os lugares, em todas as épocas do ano, dormindo ou acordado."

William Shakespeare

http://www.youtube.com/watch?v=oFyyn4jFRXI

Sou:
Música: GNR - Morte ao sol
Publicado por Alexandra Rosa às 11:34

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Favorito

.Quem sou eu?

.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Últimas

. Luzes e Cores

. Panorâmicas #Lisboa

. Um breve Olá ao Elevador ...

.Na gaveta

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

.tags

. todas as tags

.Adoro!

. Alentejanas e Amorosas

. Tampografia

. Crepúsculo, o rio, a cida...

. O Segredo das Mulheres - ...

. Frases do Facebook - Se ...

. Concurso Sony

. Pequenina

. Os sem abrigo

. Thoughts rushing in #22

. Haverá luz ao fundo do tú...

.Encontra aqui

 

.subscrever feeds