Quinta-feira, 24 de Abril de 2014

Futuro

"Se meu futuro estiver traçado, eu vou até o fim
só pra ver o resultado."

 

/Milfontes - Praia do Malhão

Publicado por Alexandra Rosa às 15:12

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Favorito
Quarta-feira, 23 de Abril de 2014

Em criança...

"Em criança não nos despedimos dos lugares.

Pensamos que voltamos sempre. Acreditamos que nunca é a última vez."
Mia Couto

/Cabo Sardão - Milfontes 

Publicado por Alexandra Rosa às 16:12

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Favorito
Terça-feira, 15 de Abril de 2014

Cada Segundo

“Um segundo com ela é valer por todos os dias sem ela. Um segundo com ela a ser tudo o que vale a pena quando já não estou com ela. Não passa. O que a amo não passa. Quando se ama como eu a amo não passa. E cada segundo é para sempre. 

Amar é elevar cada segundo à categoria de para sempre.”

/Milfontes - Praia do Malhão
Publicado por Alexandra Rosa às 09:44

link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Favorito
Sexta-feira, 28 de Março de 2014

A mão dela

"A mão dela tinha Deus dentro. Apertava-a, beijava-a com a minha mão

Há lá coisa melhor do que duas mãos que se beijam?
Apressada, com a minha mão urgente, a minha mão como se uma ambulância, e percorríamos as ruas mesmo que fossem as ruas que nos percorressem a nós, simples corpos sorridentes

Há lá coisa melhor do que dois corpos que se sorriem?

Sabia, com cada um dos meus dedos, com cada uma das minhas mãos, todos os riscos e ranhuras da mão dela; era ali, no por dentro das mãos que tocava, que ouvia as novidades, que lia os títulos das notícias, de todas as notícias que me importavam

Há lá coisa melhor do que ler as notícias na mão que se ama?

Não havia, nos passos que dávamos, qualquer distância andada, nem sequer um caminho a andar; éramos caminhantes de andar, viajantes do nosso tempo. E acreditávamos, todos os dias, em todas as respirações que respirávamos no espaço das nossas mãos, que o tempo era apenas o instante em que, juntos, parávamos o tempo
Há lá coisa melhor do que o instante em que se pára o tempo?
Recusávamos as palavras, até os gestos; e era assim que nos contávamos por inteiro.

Há lá coisa melhor do que aquela parte em que nos contamos por inteiro?

Não sabíamos, nunca soubemos, se era muito o tempo, o tempo das horas e dos minutos, que passávamos juntos; sabíamos que era, para nós, todo o tempo do mundo

Há lá coisa melhor do que sentir o tempo de sentir todo o tempo do mundo?

Sabíamos que era, como as nossas mãos eram, o tempo suficiente para aguentarmos o resto mais um tempo, para suportarmos o por fora das nossas mãos mais um tempo. Talvez, no momento em que as mãos se deixavam de amar, houvesse lágrimas, as lágrimas que se deixam cair sempre que algo cai dentro de nós. Talvez quiséssemos ficar por dentro das nossas mãos para sempre. 
E ficámos."
Pedro Chagas Freitas
Ricardo Reis e Alexandra Rosa - Vila Nova de Milfontes
Publicado por Alexandra Rosa às 09:30

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Favorito
Terça-feira, 25 de Março de 2014

Ou julgavas que não?

“Quando dizes que julgar é mau: já estás a julgar.
E quando dizes que quem julga já está a julgar: já estás a julgar.
E quando dizes que quem julga quem julga já está a julgar: já estás a julgar.
E quando dizes que quem julga quem julga quem julga já está a julgar: já estás a julgar.
E quando. 
Tu sabes.
Se olhas para o que está à tua volta: já estás a julgar
Nenhum olhar é inocente. Nenhum humano é menos do que um juiz. Nenhuma vida é menos do que um julgamento. 
Ou julgavas que não?

Pedro Chagas Freitas

/Vila Nova de Milfontes

 

Publicado por Alexandra Rosa às 14:39

link do post | Comentar | Ver comentários (3) | Favorito
Quinta-feira, 20 de Março de 2014

Agora que Sinto Amor

"Agora que sinto amor 
Tenho interesse no que cheira. 
Nunca antes me interessou que uma flor tivesse cheiro. 
Agora sinto o perfume das flores como se visse uma coisa nova. 
Sei bem que elas cheiravam, como sei que existia. 
São coisas que se sabem por fora. 
Mas agora sei com a respiração da parte de trás da cabeça. 
Hoje as flores sabem-me bem num paladar que se cheira. 
Hoje às vezes acordo e cheiro antes de ver."

Alberto Caeiro, in "O Pastor Amoroso" 

/Praia do Malhão - Vila Nova de Milfontes

 

Sou:
Publicado por Alexandra Rosa às 10:49

link do post | Comentar | Ver comentários (6) | Favorito
Quarta-feira, 19 de Março de 2014

Natureza

"O que é o homem na natureza? Um nada em relação ao infinito, um tudo em relação ao nada, um ponto a meio entre nada e tudo."

Blaise Pascal

/Cado Sardão - Vila Nova de Milfontes 

Publicado por Alexandra Rosa às 12:00

link do post | Comentar | Ver comentários (3) | Favorito
Terça-feira, 18 de Março de 2014

Imperfeição dos detalhes

"A beleza da vida está na imperfeição dos detalhes, se tudo fosse perfeito, perderia a graça! A verdadeira arte se encontra fora dos padrões."

Daiane Rabelo

/Praia das Furnas - Vila Nova de Milfontes

Publicado por Alexandra Rosa às 09:51

link do post | Comentar | Favorito

.Quem sou eu?

.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Últimas

. Futuro

. Em criança...

. Cada Segundo

. A mão dela

. Ou julgavas que não?

. Agora que Sinto Amor

. Natureza

. Imperfeição dos detalhes

.Na gaveta

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

.tags

. todas as tags

.Adoro!

. Alentejanas e Amorosas

. Tampografia

. Crepúsculo, o rio, a cida...

. O Segredo das Mulheres - ...

. Frases do Facebook - Se ...

. Concurso Sony

. Pequenina

. Os sem abrigo

. Thoughts rushing in #22

. Haverá luz ao fundo do tú...

.Encontra aqui

 

.subscrever feeds