Quinta-feira, 13 de Março de 2014

As Palavras

“As palavras.

Valemos as palavras que valemos.

O resto é pele.

E a pele envelhece.

Só as palavras não envelhecem.”

Pedro Chagas Freitas

/Gouveia

 

Publicado por Alexandra Rosa às 16:31

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Favorito
Quarta-feira, 12 de Março de 2014

Balançar

"Passaram os anos, mas a memória ficou
no tal coração que com amor me transformou;
Perdida nos sonhos, balançava por um futuro melhor,
usar esse balançar como um fim para toda a dor;
Cantar enquanto sentia o vento puxar o meu cabelo
e lançar a voz ao ar como um apelo;
Abstrair-me de tudo aquilo que me rodeava
enquanto que o sol o fim do dia anunciava;
Apreciar cada balanço como uma ascensão
e ir crescendo na pressa de queimar a solidão;
Imaginar os meus dedos a romper o manto azul do céu,
receber de braços erguidos aquilo que a vida me deu.
Esticar as pernas numa tentativa de voar
para um mundo diferente onde conseguisse aceitar
o que a realidade tem de duro para me dar;
Será sempre uma tentativa de limpa-lágrimas
o fugir à dolorosa monotonia diária;
O acto de ascender as pernas bem esticadas e sem medo,
a força feita com as mãos nas cordas já desgastas
pintado o chão com pegadas abstractas.
Mostro e digo a simplicidade com que ouço,
escrevo então a simplicidade de andar de baloiço."

Sónia Oliveira Fonseca - Baloiço

/Fotografia tirada por Ricardo Reis - Gouveia

 

"Sou uma mulher madura, que às vezes brinca de balanço.

Sou uma criança insegura, que ás vezes anda de salto alto."

Martha Medeiros

 

 

Música: Mafalda Veiga e Tiago Bettencourt - Balançar
Publicado por Alexandra Rosa às 11:14

link do post | Comentar | Ver comentários (6) | Favorito
Segunda-feira, 24 de Fevereiro de 2014

Cheirava a memórias

"Cheirava a sol na janela, como cheirava a sombra fresca no corredor.

Cheirava à mobília de madeira, à lenha na lareira apagada, à pele dos sofás, aos sapatos sujos debaixo da mesa e à roupa tombada pelo chão.

Cheirava a réstias de incenso, a maças maduras no cesto da cozinha.

Cheirava a memórias…"

João Morgado

/Gouveia
Publicado por Alexandra Rosa às 12:12

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Favorito
Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2014

O Egoísmo Pessoal Tapa Todos os Horizontes

"O mal e o remédio estão em nós. A mesma espécie humana que agora nos indigna, indignou-se antes e indignar-se-á amanhã. Agora vivemos um tempo em que o egoísmo pessoal tapa todos os horizontes. Perdeu-se o sentido da solidariedade, o sentido cívico, que não deve confundir-se nunca com a caridade. É um tempo escuro, mas chegará, certamente, outra geração mais autêntica. Talvez o homem não tenha remédio, não tenhamos progredido muito em bondade em milhares e milhares de anos sobre a Terra. Talvez estejamos a percorrer um longo e interminável caminho que nos leva ao ser humano. Talvez, não sei onde nem quando, cheguemos a ser aquilo que temos de ser. Quando metade do mundo morre de fome e a outra metade não faz nada... alguma coisa não funciona. Talvez um dia!"
José Saramago, in 'La Verdade (1994)'

/Gouveia

 

Publicado por Alexandra Rosa às 10:59

link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Favorito
Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2013

Silêncio

Silêncio é uma palavra impossível.
Não corresponde a nenhuma realidade.
Não há silêncio no cosmos
nem em cada um de nós.
Numa sala sem eco,
entre sete paredes de cimento isolante,
ouve-se ecoar a circulação
do nosso próprio sangue.
/António Barahona - Silêncio
Será que ainda me resta tempo contigo,
ou já te levam balas de um qualquer inimigo.
Será que soube dar-te tudo o que querias,
ou deixei-me morrer lento, no lento morrer dos dias.
Será que fiz tudo que podia fazer,
ou fui mais um cobarde, não quis ver sofrer.
Será que lá longe ainda o céu é azul,
ou já o negro cinzento confunde Norte com Sul.
Será que a tua pele ainda é macia, ou é a mão que me treme, sem ardor nem magia.
Será que ainda te posso valer,
ou já a noite descobre a dor que encobre o prazer.
Será que é de febre este fogo,
este grito cruel que da lebre faz lobo.
Será que amanhã ainda existe para ti,
ou ao ver-te nos olhos te beijei e morri.
Será que lá fora os carros passam ainda,
ou estrelas caíram e qualquer sorte é bem-vinda.
Será que a cidade ainda está como dantes
ou cantam fantasmas e bailam gigantes.
Será que o sol se põe do lado do mar,
ou a luz que me agarra é sombra de luar.
Será que as casas cantam e as pedras do chão,
ou calou-se a montanha, rendeu-se o vulcão.

Será que sabes que hoje é domingo,
ou os dias não passam, são anjos caindo.
Será que me consegues ouvir
ou é tempo que pedes quando tentas sorrir.
Será que sabes que te trago na voz,
que o teu mundo é o meu mundo e foi feito por nós.
Será que te lembras da côr do olhar
quando juntos a noite não quer acabar.
Será que sentes esta mão que te agarra
que te prende com a força do mar
contra a barra.
Será que consegues ouvir-me dizer
que te amo tanto quanto noutro dia qualquer.
Eu sei que tu estarás sempre por mim
não há noite sem dia, nem dia sem fim.
Eu sei que me queres, e me amas também
me desejas agora como nunca ninguém.
Não partas então, não me deixes sozinho
Vou beijar o teu chão e chorar o caminho.
Será...

Pedro Abrunhosa - Será

Sou:
Música: Pedro Abrunhosa - Será
Publicado por Alexandra Rosa às 16:08

link do post | Comentar | Favorito
Sexta-feira, 22 de Novembro de 2013

"Se você ficar sozinho, pega a solidão e dança"

"No fundo, é isso, a solidão: envolvermo-nos no casulo da nossa alma, fazermo-nos crisálida e aguardarmos a metamorfose, porque ela acaba sempre por chegar."

August Strindberg

/Parque das Nações

/Gouveia

 

 

 

Sou:
Música: System Of A Down - Lonely Day
Publicado por Alexandra Rosa às 15:08

link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Favorito

Segue o teu destino

Destino

"Segue o teu destino
Rega as tuas plantas
Ama as tuas rosas
O resto é a sombra 
De árvores alheias

A realidade 
Sempre é mais ou menos 
Do que nos queremos
Só nós somos sempre 
Iguais a nós-proprios

Suave é viver só. 
Grande e nobre é sempre 
Viver simplesmente. 
Deixa a dor nas aras 
Como ex-voto aos deuses. 

Vê de longe a vida. 
Nunca a interrogues. 
Ela nada pode 
Dizer-te. A resposta 
Está além dos deuses. 

Mas serenamente 
Imita o Olimpo 
No teu coração. 
Os deuses são deuses 
Porque não se pensam."

Fernando Pessoa - Destino

/Gouveia

Sou:
Música: HMB - Não me deixes partir
Publicado por Alexandra Rosa às 12:46

link do post | Comentar | Favorito
Terça-feira, 19 de Novembro de 2013

Alma

"O meu mundo não é como o dos outros, quero demais, exijo demais, há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesmo compreendo, pois estou longe de ser uma pessimista; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que se não sente bem onde está, que tem saudades... sei lá de quê!"

Florbela Espanca - Alma

/Gouveia

Sou:
Música: OneRepublic - Counting Stars
Publicado por Alexandra Rosa às 14:13

link do post | Comentar | Favorito

O que é o homem na natureza?

"O que é o homem na natureza? Um nada em relação ao infinito, um tudo em relação ao nada, um ponto a meio entre nada e tudo."

Blaise Pascal

/Gouveia

Sou:
Publicado por Alexandra Rosa às 12:28

link do post | Comentar | Favorito
Segunda-feira, 18 de Novembro de 2013

"O luar é a luz do sol que está dormindo"

"É talvez o último dia da minha vida. 
Saudei o sol, levantando a mão direita, 
Mas não o saudei, dizendo-lhe adeus, 
Fiz sinal de gostar de o ver antes: mais nada."

Alberto Caeiro - É Talvez o Último Dia da Minha Vida

/Sacavém 

/Gouveia

 

Sou:
Música: James Arthur - Impossible
Publicado por Alexandra Rosa às 16:30

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Favorito

.Quem sou eu?

.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Últimas

. As Palavras

. Balançar

. Cheirava a memórias

. O Egoísmo Pessoal Tapa To...

. Silêncio

. "Se você ficar sozinho, p...

. Segue o teu destino

. Alma

. O que é o homem na nature...

. "O luar é a luz do sol qu...

.Na gaveta

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

.tags

. todas as tags

.Adoro!

. Alentejanas e Amorosas

. Tampografia

. Crepúsculo, o rio, a cida...

. O Segredo das Mulheres - ...

. Frases do Facebook - Se ...

. Concurso Sony

. Pequenina

. Os sem abrigo

. Thoughts rushing in #22

. Haverá luz ao fundo do tú...

.Encontra aqui

 

.subscrever feeds