Segunda-feira, 30 de Junho de 2014

No fim da estrada...

Eles encontraram-se no fim da estrada, quando ele parou o carro em frente ao dela. Ela paralisou, não iria aguentar depois de tudo. "Abre a porta!" grita ele. Ela não conseguiu mover-se. "Estiveste sempre na minha cabeça, mas estava cego." continuou ele, enquanto puxava a porta. Ela permaneceu de olhos baixos a esconder as lágrimas que teimavam em cair. "Deixa-me olhar-te nos olhos... Diz-me que o teu amor não morreu." caindo de joelhos. Ela abriu a porta, ajoelhou-se perto dele fazendo-lhe uma festa na cara macia como sempre se lembrara. " Consumiste tudo, até à última gota, não sobrou nada."disse olhando-o nos olhos. "Agora preciso de cuidar de mim." Ele agarra-lhe nas mãos impedindo-a de se levantar, "deixa-me fazê-lo contigo." Ela fechou os olhos e deixou uma lágrima cair. "Não acreditas, pois não?" Ela levantou-se e entrou no carro. Enquanto fazia marcha atrás ainda o ouviu dizer: "vou estar todos os dias contigo, por perto, mesmo que não me deixes tocar-te, mas sentir-me-às preencher-te com tudo o que te roubei."

/Sortelha

 

Publicado por Alexandra Rosa às 14:29

link do post | Comentar | Favorito
Quinta-feira, 19 de Junho de 2014

A realidade é esta...

"A realidade é esta...
são elas as mulheres.

"Conseguem ser tão calculistas e maldosas como qualquer homem, só que com muito mais nível. Inventaram o telemóvel ao volante. São corajosas e quando se lhes mete uma coisa na cabeça levam tudo à frente. Fazem-se de parvas porque o seguro morreu de velho e estão muito escaldadas. Fazem-se de inocentes e (milagre!) por esse acto de vontade tornam-se mesmo inocentes.

Nunca perdem a capacidade de se deslumbrarem. Riem quando estão tristes, choram quando estão felizes. Não compreendem nada. Compreendem tudo. Sabem que o corpo é passageiro. Sabem que na viagem há que tratar bem o passageiro e que o amor é um bom fio condutor. Não são de confiança, mas até a mais infiel das mulheres é mais leal que o mais fiel dos homens.""

Rui Zink

/Cascais

 

Publicado por Alexandra Rosa às 11:47

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Favorito
Quarta-feira, 18 de Junho de 2014

Eterno paradoxo

"Somos todos meros reflexos dos nossos sonhos. Mas a imagem do espelho não é invertida?"

Francismar Prestes Leal

Publicado por Alexandra Rosa às 14:51

link do post | Comentar | Favorito
Quarta-feira, 28 de Maio de 2014

"...fez-me prometer que voltava para ela. E prometi-lhe que sim."

"Me promete?
Promete que quando eu for embora sentirá saudade?
Promete que vai ficar comigo depois que o dia clarear?
Promete me fazer feliz? Promete ser só minha?
Promete me ligar todas às vezes que eu sumir?
Promete ficar quando eu te mandar sair?
Promete dizer verdades que eu não vejo sozinho?
Promete que isso não é uma ilusão?
Promete que se um dia for inevitável você partir, deixará a certeza que valeu a pena?
Promete me abraçar quando eu sentir medo de ir em frente?
Promete entender minhas loucuras?
Promete ficar em silencio quando eu estiver confuso?
Promete me tirar a noção com seu jeito de fazer amor?
Promete guardar uma foto minha na sua gaveta?
Promete cantar aquela música que eu amo, no meu ouvido, antes de deitar?
Promete não me deixar com ciúmes?
Promete me ligar de volta quando eu desligar na sua cara?
Promete me beijar quando eu sorrir ou chorar?
Promete dormir de conchinha comigo no frio?
Promete me amar loucamente?
Promete que depois de mim os outros são apenas os outros?

Promete escrever nossos nomes dentro de um coração quando o vidro do carro estiver embaçado?
Em troca prometo te amar como ninguém jamais amou."

Publicado por Alexandra Rosa às 11:22

link do post | Comentar | Favorito
Quinta-feira, 10 de Abril de 2014

Sonho

"Matar o sonho é matarmo-nos.

É mutilar a nossa alma.

O sonho é o que temos de realmente nosso, de impenetravelmente e inexpugnavelmente nosso."

Fernando Pessoa

/Ribeira do Porto 

Publicado por Alexandra Rosa às 12:25

link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Favorito
Quarta-feira, 2 de Abril de 2014

Quando fomos à pesca...

"Quando fomos à pesca ficaste feliz, um peixe mordeu o anzol, abraçaste-me com orgulho, disseste-me amo-te no meio de um beijo, depois olhaste-o nos olhos e obviamente pediste para o devolver à água.

Não sei para que perco tempo a escrever o que me lembro de ti, mas provavelmente é apenas a melhor forma de chorar."

Pedro Chagas Freitas - Prometo Falhar

/Ribeira do Porto

 

Publicado por Alexandra Rosa às 12:44

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Favorito
Quarta-feira, 19 de Março de 2014

Natureza

"O que é o homem na natureza? Um nada em relação ao infinito, um tudo em relação ao nada, um ponto a meio entre nada e tudo."

Blaise Pascal

/Cado Sardão - Vila Nova de Milfontes 

Publicado por Alexandra Rosa às 12:00

link do post | Comentar | Ver comentários (3) | Favorito

.Quem sou eu?

.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Últimas

. No fim da estrada...

. A realidade é esta...

. Eterno paradoxo

. "...fez-me prometer que v...

. Sonho

. Quando fomos à pesca...

. Natureza

.Na gaveta

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

.tags

. todas as tags

.Adoro!

. Alentejanas e Amorosas

. Tampografia

. Crepúsculo, o rio, a cida...

. O Segredo das Mulheres - ...

. Frases do Facebook - Se ...

. Concurso Sony

. Pequenina

. Os sem abrigo

. Thoughts rushing in #22

. Haverá luz ao fundo do tú...

.Encontra aqui

 

.subscrever feeds