Terça-feira, 31 de Dezembro de 2013

Reflexo

"Eterno Paradoxo.
Somos todos meros reflexos dos nossos sonhos. Mas a imagem do espelho não é invertida?"

Francismar Prestes Leal

/Cruzeiro das Pontes - Porto

Sou:
Música: Pedro Abrunhosa - Agarra-me esta noite
Publicado por Alexandra Rosa às 15:17

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Favorito
|

Happy New Year 2014!

/Degustação de Vinhos do Porto

Mais um ano que chega ao fim.

E nada melhor do que começar 2014 com a imagem do blog renovada. Ano novo, vida nova, imagem nova!

Desejo-vos tudo de bom. 

Um brinde!

Quanto a mim, desejo que o ano 2014 seja o prolongamento do final do ano 2013.


 

"Fogos, luzes, abraços, amigos, beijos, família, sorrisos, lágrimas, velhas promessas, novas esperanças, lembranças de momentos felizes, lembranças daqueles que amamos e que, por alguma razão, não estão connosco, silêncio, em honra daqueles que natureza chamou, instante de compartilhamento da dor das famílias, instante de desejar que as feridas sejam rapidamente cicatrizadas, que as lágrimas de cada uma dessas pessoas sejam beijadas por anjos no Ano Novo."

Quando a esperança de uma noite de amor
Lhe trouxer vontade para viver mais
E a promessa que a chance terminou
É bobagem, é melhor deixar pra trás

Eu tô cansado de sofrer
Quero dançar, sentir calor
E poder só olhar o universo em torno de você
Brilhando em vida, sorrindo à toa
Só vibrando amor e paz
Sinto a noite, penso em você
Lembro como é bom amar

Quando você se foi
Chorei, chorei, chorei
Agora que voltou
Sorri, sorri, sou rei

Quando você se foi
Chorei, chorei, chorei
Agora que voltou
Sorri, sorri, sou rei

Claudia Leitte:
Saiba que o simples perfume de uma flor
Pode vir a ser um grande amor na sua vida
Não gaste palavras pra viver
De iludir, os seus sonhos tão raros com mentiras
Não maltrate o coração
Que dedicou ao seu sorriso as suas batidas
Será livre pra sentir
Anseios de uma paixão, a ser uma história linda

Claudia Leitte e Alexandre:
Diga que me adora
Deixe o orgulho e venha, porque já está na hora
Da gente se encontrar e sermos um
Mas não demora, que é pra chama não desencantar
Se esvair no ar e só restar lembrança

Eu tô cansado de sofrer
Quero dançar, sentir calor
E poder só olhar o universo em torno de você
Brilhando em vida, sorrindo à toa
Só vibrando amor e paz
Vejo a lua, lembro do sonho
Torço pra realizar
Sinto a noite, penso em você
Lembro como é bom amar

Quando você se foi
Chorei, chorei, chorei
Agora que voltou
Sorri, sorri, sou rei

Quando você se foi
Chorei, chorei, chorei
Agora que voltou
Sorri, sorri, sou rei

Natiruts

Sorri, Sou Rei (part. Claudia Leitte)

Sou:
Música: Natiruts - Sorri, Sou Rei
Publicado por Alexandra Rosa às 10:38

link do post | Comentar | Favorito
|
Segunda-feira, 30 de Dezembro de 2013

Cruzavam as ruas como se fossem poemas.

"Cruzavam as ruas como se fossem poemas.

Ele ensinava-lhe a vida, a ciência dos minutos.

Ela ensinava-lhe o sonho, a matemática do que não existe.

Viravam os ombros para olhar a carne dos dias. Procuravam, em cada ombro dos outros, a certeza do ombro absoluto, o ombro insuportável de só ele tudo suportar. Procuravam em todos os ombros o ombro final.

E encontravam-no sempre."

Pedro Chagas Freitas - As Ruas
-
-
-
-
/Lisboa

"Longe, lá de longe
de onde toda a beleza do mundo se esconde
Mande para ontem
uma voz que se expanda e suspenda esse instante
Lá de longe
de onde toda a beleza do mundo se esconde
Mande para ontem
uma voz que se expanda e suspenda esse instante
Lá de longe
de onde toda a beleza do mundo se esconde
Cante para hoje."

Tribalistas - Longe, lá de longe

Sou:
Música: Tribalistas - Longe, lá de longe
Publicado por Alexandra Rosa às 14:21

link do post | Comentar | Favorito
|
Sexta-feira, 27 de Dezembro de 2013

Ilumina-me

"Gosto de ti como quem gosta do sábado,
Gosto de ti como quem abraça o fogo,
Gosto de ti como quem vence o espaço,
Como quem abre o regaço,
Como quem salta o vazio,
Um barco aporta no rio,
Um homem morre no esforço,
Sete colinas no dorso
E uma cidade p'ra mim.

Gosto de ti como quem mata o degredo,
Gosto de ti como quem finta o futuro,
Gosto de ti como quem diz não ter medo,
Como quem mente em segredo,
Como quem baila na estrada,
Vestido feito de nada,
As mãos fartas do corpo,
Um beijo louco no porto
E uma cidade p'ra ti.

Enquanto não há amanhã,
Ilumina-me, Ilumina-me.
Enquanto não há amanhã,
Ilumina-me, Ilumina-me.

Gosto de ti como uma estrela no dia,
Gosto de ti quando uma nuvem começa,
Gosto de ti quando o teu corpo pedia,
Quando nas mãos me ardia,
Como silêncio na guerra,
Beijos de luz e de terra,
E num passado imperfeito,
Um fogo farto no peito
E um mundo longe de nós.

Enquanto não há amanhã,
Ilumina-me, Ilumina-me.
Enquanto não há amanhã,
Ilumina-me, Ilumina-me."

Pedro Abrunhosa - Ilumina-me

-
É tão difícil guardar um rio
quando ele corre
dentro de nós.

O GUARDA-RIOS
Jorge de Sousa Braga
-
-
-
-
-
/Peneda do Gerês
Sou:
Música: Pedro Abrunhosa - Ilumina-me
Publicado por Alexandra Rosa às 15:01

link do post | Comentar | Favorito
|
Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2013

Silêncio

Silêncio é uma palavra impossível.
Não corresponde a nenhuma realidade.
Não há silêncio no cosmos
nem em cada um de nós.
Numa sala sem eco,
entre sete paredes de cimento isolante,
ouve-se ecoar a circulação
do nosso próprio sangue.
/António Barahona - Silêncio
Será que ainda me resta tempo contigo,
ou já te levam balas de um qualquer inimigo.
Será que soube dar-te tudo o que querias,
ou deixei-me morrer lento, no lento morrer dos dias.
Será que fiz tudo que podia fazer,
ou fui mais um cobarde, não quis ver sofrer.
Será que lá longe ainda o céu é azul,
ou já o negro cinzento confunde Norte com Sul.
Será que a tua pele ainda é macia, ou é a mão que me treme, sem ardor nem magia.
Será que ainda te posso valer,
ou já a noite descobre a dor que encobre o prazer.
Será que é de febre este fogo,
este grito cruel que da lebre faz lobo.
Será que amanhã ainda existe para ti,
ou ao ver-te nos olhos te beijei e morri.
Será que lá fora os carros passam ainda,
ou estrelas caíram e qualquer sorte é bem-vinda.
Será que a cidade ainda está como dantes
ou cantam fantasmas e bailam gigantes.
Será que o sol se põe do lado do mar,
ou a luz que me agarra é sombra de luar.
Será que as casas cantam e as pedras do chão,
ou calou-se a montanha, rendeu-se o vulcão.

Será que sabes que hoje é domingo,
ou os dias não passam, são anjos caindo.
Será que me consegues ouvir
ou é tempo que pedes quando tentas sorrir.
Será que sabes que te trago na voz,
que o teu mundo é o meu mundo e foi feito por nós.
Será que te lembras da côr do olhar
quando juntos a noite não quer acabar.
Será que sentes esta mão que te agarra
que te prende com a força do mar
contra a barra.
Será que consegues ouvir-me dizer
que te amo tanto quanto noutro dia qualquer.
Eu sei que tu estarás sempre por mim
não há noite sem dia, nem dia sem fim.
Eu sei que me queres, e me amas também
me desejas agora como nunca ninguém.
Não partas então, não me deixes sozinho
Vou beijar o teu chão e chorar o caminho.
Será...

Pedro Abrunhosa - Será

Sou:
Música: Pedro Abrunhosa - Será
Publicado por Alexandra Rosa às 16:08

link do post | Comentar | Favorito
|
Terça-feira, 10 de Dezembro de 2013

Inspirar, expirar

“Há alturas em que respirar é uma prova de heroísmo. 
Todas as respirações merecem um prémio.
Respirar todos os dias cansa.
Inspirar, expirar; inspirar, expirar; inspirar, expirar.
Inspirar, expirar; inspirar, expirar; inspirar, expirar.
Inspirar, expirar; inspirar, expirar; inspirar, expirar.
Inspirar, expirar; inspirar, expirar; inspirar, expirar.
Inspirar, expirar; inspirar, expirar; inspirar, expirar.
Se te cansa lê-lo, imagina o que não cansa fazê-lo. Todos os dias, a toda a hora, sem parar.
Ter de respirar.
Inspirar, expirar; inspirar, expirar; inspirar, expirar.
Inspirar, expirar; inspirar, expirar; inspirar, expirar.
Inspirar, expirar; inspirar, expirar; inspirar, expirar.
Inspirar, expirar; inspirar, expirar; inspirar, expirar.
Inspirar, expirar; inspirar, expirar; inspirar, expirar.
Inspirar, expirar; inspirar, expirar; inspirar, expirar.
Ter de continuar.
Inspirar, expirar; inspirar, expirar; inspirar, expirar.
Inspirar, expirar; inspirar, expirar; inspirar, expirar.
Inspirar, expirar; inspirar, expirar; inspirar, expirar.
Inspirar, expirar; inspirar, expirar; inspirar, expirar.
Inspirar, expirar; inspirar, expirar; inspirar, expirar.
Inspirar, expirar; inspirar, expirar; inspirar, expirar.
Respirar todos os dias cansa.
Todos os velhos são medalhados olímpicos. 
Todos os velhos mereciam, todos os dias, quando acordam e estão a respirar, ter o direito de se deslocar a um estádio, subir ao primeiro lugar de um pódio no centro do relvado e ouvir, enquanto a bandeira do seu país era erguida e a multidão em polvorosa aplaudia, o hino nacional do seu país.
Todos os velhos são atletas olímpicos.”

Pedro Chagas Freitas - "In Sexus Veritas"

/Escadaria na Rua da Glória - Lisboa

/Rua da Glória - Lisboa

Sou:
Publicado por Alexandra Rosa às 15:39

link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Favorito
|
Sexta-feira, 6 de Dezembro de 2013

Fazer do medo uma escada

“De tudo, ficaram três coisas: a certeza de que ele estava sempre começando, a certeza de que era preciso continuar e a certeza de que seria interrompido antes de terminar.

Fazer da interrupção um caminho novo. Fazer da queda um passo de dança, do medo uma escada, do sono uma ponte, da procura um encontro.”

Fernando Sabino – O Encontro Marcado

/Escadaria na Rua da Glória - Lisboa
Sou:
Música: 4 Non Blondes - What's Up?
Publicado por Alexandra Rosa às 12:42

link do post | Comentar | Favorito
|
Quinta-feira, 5 de Dezembro de 2013

Aprendi que...

"Aprendi que duas pessoas a discutir, não quer dizer que se odeiem.

Que duas pessoas felizes, não quer dizer que se amem.

Que o mundo dá voltas e vida é uma sequência de desafios.

Que algumas feridas saram, outras não.

Que quem vive do passado é museu.

Que quem vive do futuro, não vive, sonha.

Que com a pessoa certa, a vida é pouco tempo.

Que com a pessoa errada, um minuto é muito.

Que mesmo acompanhado, ainda posso estar só.

Que carácter vem do berço, não se compra.

Que o amor não se exige, dá-se.

Que os meus amigos eventualmente vão magoar-me, são humanos.

Que um acto pode mudar toda uma vida.

Que o importante para mim, não é para os outros e isso não é defeito.

Que a decadência é uma prática diária.

Que humilhar é a pior das covardias.

Que a capacidade de amar é inata, não depende de terceiros.

Que a beleza está nas boas coisas da vida, até nas simples.

Que tudo muda para melhor ou para pior, mas muda.

Que nada é para sempre, então aproveita enquanto dura!"

/Serra da Estrela

 

 

Sou:
Música: Pharrell Williams - Happy
Publicado por Alexandra Rosa às 15:58

link do post | Comentar | Favorito
|
Terça-feira, 3 de Dezembro de 2013

Tudo seria permitido...

"Mal fecharia os olhos, imaginar-me-ia em lugares distantes. Países, onde há castelos, jardins encantados, pássaros falantes a me indicarem o caminho. Nos meus sonhos, tudo seriam possibilidades, tudo seria permitido..."
(Marilina Baccarat de Almeida Leão)

/Castelo dos Mouros

Sou:
Música: Toranja - Quebramos os Dois
Publicado por Alexandra Rosa às 16:11

link do post | Comentar | Favorito
|
Segunda-feira, 2 de Dezembro de 2013

Pessoas perfeitas...

"Não sou perfeita,e nem faço a questão de ser,pessoas perfeitas,não erram,e sem erros,eu não poderia aprender a viver,pessoas perfeitas,são iguais,e igualdade me irrita,pessoas perfeitas,são chatas,pessoas perfeitas,existem,pessoas perfeitas não vivem."

/Serra da Estrela

 

"Contamos carneirinhos para dormir e flocos de neve para acordar?"

Di Luchese

Sou:
Música: Miley Cyrus - Wrecking Ball
Publicado por Alexandra Rosa às 12:24

link do post | Comentar | Favorito
|

E enquanto a inspiração não chega, uma pausa para o café.

"Ela sonhava com o paraíso toda vez que fechada os olhos."


Publicado por Alexandra Rosa às 10:41

link do post | Comentar | Favorito
|

.Quem sou eu?

.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Últimas

. Refém

. Saboreia cada instante

. Gosto quando...

. Sei que às vezes ris - ba...

. Faleceu ontem a pessoa qu...

. Levo-te a ti para sempre ...

. Quando o sol se juntar ao...

. Silêncio

. Salte antes de pensar!

. - E daí? EU ADORO VOAR!

.Na gaveta

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

.tags

. todas as tags

.Adoro!

. Alentejanas e Amorosas

. Tampografia

. Crepúsculo, o rio, a cida...

. O Segredo das Mulheres - ...

. Frases do Facebook - Se ...

. Concurso Sony

. Pequenina

. Os sem abrigo

. Thoughts rushing in #22

. Haverá luz ao fundo do tú...

.Encontra aqui

 

.subscrever feeds